Imprimir

Dieta Mediterrânea: Longevidade e Saúde

Dieta do MediterrâneoA dieta do Mediterrâneo consiste em um plano nutricional baseado nos padrões alimentares tradicionais de vários países da região do Mediterrâneo, incluindo a Grécia e o sul da Itália. 

Pesquisadores observaram que os moradores dessas regiões apresentam baixas taxas de doenças do coração em comparação com aqueles que vivem em outras regiões do planeta, mesmo consumindo a mesma quantidade de gorduras. Eles também apresentam maior longevidade do que aqueles adeptos a dietas menos saudáveis.

Os povos do Mediterrâneo se alimentam de frutas, legumes, verduras, nozes e castanhas e grãos que têm propriedades antioxidantes e uma grande quantidade de fibras. Peixes que fornecem ômega 3 e laticínios que disponibilizam cálcio e outros nutrientes. Outro aspecto importante dessa dieta é o uso de azeite de oliva como principal fonte de gorduras, o que ajuda a aumentar os níveis de colesterol benéfico no organismo.

Dieta do Mediterrâneo

O vinho tinto, consumido com moderação, é a causa dos efeitos benéficos no coração e vasos sanguíneos dessa população. O consumo dequantidades moderadas de ovos, peixes e aves e pequenas quantidades de carnes vermelhas, resultam em uma dieta rica em  ômega-3, ácidos graxos e gorduras monoinsaturadas.

Os alimentos que formam a dieta Mediterrânea incluem verduras de folhas verdes, ervas e especiarias, frutas, legumes coloridos, nozes e castanhas. Ricos em antioxidantes, que são excelentes destruidores de radicais livres. Estudiosos afirmam que a combinação de nutrientes contidos em uma dieta variada é extremamente importante. A Dieta Mediterrânea é rica em ômega 3 e 6, vitamina E, ácido fólico e vitamina B12.

Ser adepto dessa dieta não se concentra apenas em fazer escolhas inteligentes, mas também coloca ênfase em comer pequenas porções de alimentos, de alta qualidade, diversas vezes ao dia. Isso permite se sentir satisfeito e saciado por mais tempo e impede que se coma em excesso.

Essa dieta também é considerada uma forma saudável de perder peso. Um estudo revelou que pessoas que adotaram essa dieta por dois anos, tiveram perdas significativas de peso, semelhante às dietas de baixo consumo de carboidratos. Outro estudo revelou que adeptos dessa dieta apresentaram menor risco de doenças cardiovasculares e câncer.

Além de ser uma dieta equilibrada, sem restrição de ingestão de alimentos específicos ou grupos de alimentos, promove o consumo de uma variedade de alimentos com moderação, que é bom para o organismo e também enfatiza o exercício como um componente importante na perda de peso.

dieta_mediterraneoA dieta mediterrânea é um fator importante que aumenta a qualidade de vida e pode ser considerada como um modelo de alimentação saudável também para idosos. Segundo um estudo de 2012, além de mantê-los em forma, reduz em 70% os sintomas de lentidão, músculos fracos e fadiga excessiva. Além de ajudar a controlar doenças crônicas, como as cardíacas, a diabetes, câncer, dor nas articulações e problemas dentários. Ajuda a manter um cérebro saudável e evitar o risco da doença de Alzheimer e outros distúrbios cognitivos. Os especialistas acreditam que, a combinação de nutrientes contidos no peixe, nozes e legumes, comumente consumidos pelos povos mediterrâneos pode manter a função das células cerebrais.

A Cuesta Sabores oferece temperos naturais, sem adição de sal ou quaisquer químicas, preparados com ervas e especiarias selecionadas e combinadas sinergicamente para oferecer o máximo em antioxidantes e fibras.

Nossos temperos FISH, VEGGIE, GREEK, MAROCCAN, POUTRY, FRENCH, ITALIAN são excelentes para enriquecer em aromas e sabores os deliciosos pratos do Mediterrâneo que farão parte da sua nova dieta.

Se você quer ter uma vida longa, com qualidade de vida e saúde plena, adote já essa dieta!